PF caça quadrilha especializada em fraudar benefícios sociais em Minas e SP

Uma quadrilha especializada em falsificar documentos e sacar benefícios sociais, como o Programa de Integração Social (PIS) e o Seguro-Defeso – benefício pago ao pescador artesanal -, está sendo alvo de uma operação deflagrada pela Polícia Federal (PF), na manhã desta segunda-feira (7). Batizada de Cheaters, a operação ocorre simultaneamente em Minas Gerais e São Paulo. 

No total, os agentes federais, com o apoio do Batalhão de Ações Especiais de Polícia Militar (BAEP), cumprem 10 mandados de prisão e 12 mandados de busca e apreensão. Todas as ordens foram expedidas pela 2ª Vara Federal em Ribeirão Preto.

As investigações apontam que, até o momento, o grupo criminoso causou prejuízo de R$ 150 mil para as vítimas. Para desarticular o bando, 60 policiais estão nas ruas dos dois estados.

A PF informou que descobriu a quadrilha depois que um dos integrantes foi preso após realizar um saque fraudulento. A corporação não detalhou quantos mandados estão sendo cumpridos em cada estado.

Se condenados, os investigados poderão responder pelos crimes de falsificação de documento público, associação criminosa e estelionato, cujas penas, somadas, ultrapassam 10 anos de reclusão.   

Fonte: Agencia Brasil