Startups baianas são finalistas de prêmio da Agência Nacional de Águas

Duas soluções de impacto social positivo apoiadas pela In Pacto – Incubadora de Negócios Sociais cuja tecnologia foi concebida pelo Parque Social, que também atua como  cogestor em parceria com a Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis), – são as finalistas do prêmio ANA 2020, uma iniciativa da Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANA) para reconhecer projetos que se destaquem na contribuição para a promoção da segurança hídrica, gestão e uso sustentável dos recursos hídricos para o desenvolvimento do país.

As startups finalistas são a GBCycle e a SDW – Aqualuz. Apoiada pela In Pacto e a Fundação Avina, a GBCycle está desenvolvendo uma biorrefinaria para tratamento de águas servidas e despejadas em canais de Salvador. Já a Safe Drinking Water for All (SDW), que também conta com o apoio da In Pacto, em parceria com o Instituto Camargo Corrêa, criou o Aqualuz, um dispositivo que purifica a água através dos raios solares, com o objetivo de levar água potável para quem não tem acesso à água limpa.

A GBCycle iniciou o processo de incubação na In Pacto no primeiro semestre de 2019, e a SDW, no início deste ano. Com a incubação, essas soluções contam com suporte operacional, técnico e estratégico, englobando acesso a palestras, consultorias, capacitações, mentorias e assessoria. Além disso, os empreendedores utilizam a estrutura física da incubadora, incluindo estações de trabalho, salas de reunião e espaço multiuso.

O coordenador técnico da Incubadora de Negócios Sociais In Pacto, Randerson Almeida, conta que, durante as capacitações, as soluções sempre são estimuladas a participar de premiações e de outros editais de fomento para captar recursos. “Ficamos muito felizes [com a indicação]. A In Pacto tem pouco tempo de existência, estamos completando um ano e meio de lançamento, e já começamos a ver os resultados dos nossos propósitos aparecerem, com as premiações, tanto de reconhecimento como de recurso financeiro. Apesar de 2020 estar sendo atípico, estamos tendo várias surpresas positivas, angariadas por negócios apoiados por nós”, diz.

O resultado do prêmio ANA 2020 foi divulgado na última quarta-feira (2). Os vencedores receberão um troféu em cerimônia de premiação a ser realizada em Brasília (DF). Os três finalistas de cada categoria receberão um certificado, atestando sua condição de finalista no concurso e participarão da solenidade de premiação em data a ser definida. A ANA arcará com as diárias e passagens dos finalistas para traslado dentro do território nacional.

Soluções
Desde que foi criado em 2015, o Aqualuz tornou-se referência na potabilização de água no semiárido. Hoje, a tecnologia já propicia água potável para diversas famílias em residências de várias cidades do Nordeste. O equipamento transforma água da chuva em potável pelos raios solares. Um reservatório feito com aço inox, com capacidade para 10 litros, é instalado próximo às residências. A água fica exposta no reservatório por duas a quatro horas, enquanto os raios ultravioletas fazem a desinfecção, e depois é bombeada para as casas.

Já o GBCycle tem como proposta realizar o tratamento de águas servidas e despejadas em rios urbanos. A primeira etapa desse tratamento consiste em um sistema de gradeamento, uma barreira que retira os resíduos sólidos maiores, como garrafas, pneus, plásticos, entre outros.

Na segunda etapa, a água é separada da areia. Depois disso, a água vai para um reservatório onde são colocadas as microalgas que consomem toda a matéria orgânica presente. Por fim, os microorganismos são separados da água em um processo de filtração, passam por secagem, e se transformam em pó, que pode dar origem a fertilizantes.

Fomento
A In Pacto tem como propósito contribuir para o desenvolvimento socioeconômico sustentável de Salvador, fomentando a cultura empreendedora com tecnologias de vanguarda. Está em consonância com uma cidade inteligente, inovadora, resiliente, economicamente desenvolvida e socialmente justa, observando os 17 Objetivos Globais do Desenvolvimento Sustentável.

Outras informações podem ser adquiridas com o coordenador técnico da IN PACTO, Randerson Almeida, através do telefone 71 9 9983-4736.

Fonte: Correio