Vitória perde pênalti, mas arranca empate com Cuiabá fora de casa

Na despedida de Rodrigo Chagas como técnico interino, o Vitória voltou a pontuar na Série B. Na noite desta terça-feira (8), o Leão chegou a virar o duelo com o Cuiabá, ficou, viu o adversário ficar na frente outra vez, mas arrancou o empate e ficou no 3×3, na Arena Pantanal.

Sob os olhares do técnico Mazola Júnior, que acompanhou o jogo na arquibancada, Thiago Lopes, duas vezes, e Fernando Neto marcaram os gols do rubro-negro, enquanto Rafael Gava e Elton, também duas vezes, anotaram os tentos do alviverde.

Com o resultado o Leão chegou aos 33 pontos e está na 14ª colocação. Já sob o comando de Mazola Júnior, o rubro-negro agora vai voltar as atenções para o duelo contra o Cruzeiro, nesta sexta-feira, às 21h30, no Barradão. 

Duelo equilibrado
Na Arena Pantanal, o Vitória começou a partida como se estivesse jogando em casa. À vontade, o Leão ocupava bem os espaços e segurava o adversário no campo de defesa. Faltava apenas conectar a jogada no último terço do campo para criar lances de perigo.

Enquanto teve o controle do meio-campo, o Leão quase não era ameaçado pelo Cuiabá. Mas a solidez rubro-negra durou só até os 12 minutos. Na primeira boa chegada, Elvis puxou o contra-ataque e Elton achou Maxwell livre na direita. O atacante invadiu a área e cruzou para Rafael Gava mandar uma bomba e abrir o placar.

A resposta do Vitória foi imediata e na mesma tônica. Aos 16 minutos, Thiago Lopes pegou a bola na defesa e carregou até a entrada da área, onde acionou Vico. O atacante foi na linha de fundo e devolveu para o próprio Thiago Lopes chutar forte e deixar tudo igual.

Depois dos gols as duas equipes diminuíram o ritmo e passaram a cadenciar a partida. O Vitória voltou a ficar perto do gol aos 38 minutos. Lucas Cândido arriscou da entrada da área e bola passou tirando tinta da trave de João Carlos. Já aos 46 foi a vez de Rafael Carioca experimentar e parar no goleiro adversário.

Lá e cá
O Vitória voltou para o segundo tempo o mesmo time e a mesma estratégia da primeira etapa. Com toques curtos, o Leão conseguia manter a posse da bola e ia empurrando o Cuiabá.

No chute de Fernando Neto, João Carlos precisou se esticar todo para fazer a defesa e impedir a virada rubro-negra. Não adiantou nada para o goleiro do Cuiabá, já que dois minutos depois Vico cobrou falta na área e Fernando Neto mergulhou para fazer o segundo do Vitória, aos nove minutos.

Fernando Neto continuou infernizando a defesa alviverde. Dois minutos depois do gol, ele entrou na área em velocidade e foi derrubado por Edinei. O árbitro marcou pênalti, mas Vico foi para a cobrança e mandou longe.

Aí veio o castigo para o Leão. Aos 15 minutos, Rafael Gava e Elton entraram na área tabelando e centroavante mandou no canto de César, deixando tudo igual outra vez.

O Vitória sentiu o empate e o viu o Cuiabá crescer após o gol. Aos 23 minutos, Felipe Ferreira cruzou na área, Marcinho escorou para o meio e Elton mandou para as redes, fazendo 3×2 para os donos da casa.

Na tentativa de mudar o panorama, Rodrigo colocou Marcelinho e Ewandro nas vagas de Fernando Neto e Vico. A alteração deu certo. Aos 37 minutos, Ewandro fez o cruzamento e Thiago Lopes raspou de cabeça para marcar o segundo dele na partida empatar o confronto.

O rubro-negro chegou a marcar o quarto gol aos 42 minutos, depois de Anderson Conceição mandou contra o próprio patrimônio, mas a arbitragem viu impedimento e anulou o lance. Sem mais tempo, restou ao Vitória comemorar mais um ponto conquistado na Série B.  

Fonte: Correio