Asilo fica sem dinheiro e aluga salão para baile funk ilegal com 2 mil pessoas

Um asilo em Artur Nogueira, interior de São Paulo permitiu que um baile funk clandestino com mais de 2.000 pessoas fosse realizado no salão de festas da estrutura a fim de arrecadar dinheiro para a entidade. A festa ocorreu no último fim de semana, e imagens circularam pelas redes sociais. Conforme informações da emissora “SBT”, cerca de 30 idosos moram no asilo, que são do grupo de risco da Covid-19. 

A rede de televisão narra que o salão de festas foi locado por uma produtora de eventos. Muitos dos participantes estavam sem máscara, e não houve distanciamento social. A cidade está na fase amarela no plano de São Paulo contra a Covid-19, e eventos públicos de grande porte estão proibidos. 

Em resposta, o asilo disse que as despesas superaram os valores arrecadados junto aos familiares dos idosos e precisou abrir o local para eventos. Outra balada clandestina estaria marcada para o próximo 12 de dezembro, mas foi cancelada pela produtora após a repercussão.

Fonte: Agencia Brasil