Escola Municipal de Sussuarana é entregue com capacidade para 700 estudantes

Os moradores do bairro de Sussuarana, em Salvador, receberam uma nova unidade de ensino nesta sexta-feira (11). A Escola Municipal Nova Sussuarana, na Rua das Mangueiras, foi demolida e reconstruída pela prefeitura. A entrega do novo espaço foi realizada pelo prefeito ACM Neto. Quando as aulas forem retomadas o local vai atender 700 estudantes. O prédio antigo tinha capacidade para apenas 470 alunos.

“Agora, vamos poder atender desde a pré-escola ao Ensino Fundamental I, incluindo também a Educação de Jovens e Adultos. Assim como as outras escolas entregues pela Prefeitura, esta não deixa nada a desejar às escolas particulares da cidade. É com essa qualidade que a gente precisa fazer a educação pública”, afirmou ACM Neto.

A reconstrução da escola, após demolição da antiga estrutura em pré-moldado em dezembro de 2018, teve investimento de R$ 5,3 milhões, e terá 600 vagas destinadas ao turno matutino e as outras 100 para o noturno.

Salas são climatizadas (Foto: Valter Pontes/ Secom)

O novo espaço físico teve acréscimo de salas de aula: eram oito salas e agora são dez espaços, sendo todos climatizados. Além disso, a escola possui elevador, estacionamento, área de acolhimento, diretoria, secretaria, coordenação, sala de professores, depósito de material didático, brinquedoteca, cozinha, triagem, depósito de merenda, lavanderia e refeitório.

Há ainda cinco sanitários infantis, quatro conjuntos de sanitário para pessoas com deficiência, dois sanitários para os professores, dois sanitários para os funcionários, guarita com sanitário, subestação, casa de gás e casa de lixo. As intervenções para reconstrução da escola duraram cerca de 20 meses.

A subsecretária municipal de Educação (Smed), Rafaela Pondé, lembrou que, antes, a unidade possuía uma estrutura bastante desgastada, inclusive com problemas elétricos e hidráulicos, que afetava a qualidade do ensino e aprendizado.

“Era necessário criar um ambiente mais agradável para os alunos e professores. Inclusive, já está preparada para o retorno presencial das aulas, se o futuro permitir, a exemplo da sinalização para distanciamento e disponibilização de dispensadores de álcool em gel”, afirmou.

A Prefeitura ainda não tem data para a volta às aulas.

Fonte: Correio