DJ Alok lança projeto social e faz doação de R$ 27 milhões: 'sentido à minha vida'

Considerado um dos cinco maiores DJs do mundo, Alok lançou oficialmente, este mês, um instituto social que leva seu nome. Já de partida, segundo a coluna de Leo Dias, do portal Metrópoles, ele doou R$ 27 milhões para o fundo do Instituto Alok. 

O fundo foi criado com recursos pessoais e também com os resultados financeiros da parceria com o game Garena Free Fire, em que Alok é um personagem que tem “poder de cura”. 

No início de setembro, durante a live Segundou, no Instagram do CORREIO, Alok já havia anunciado a criação do instituto e a origem de parte dos recursos, que viriam do Free Fire, jogo para smartphone mais baixado nos primeiros nove meses de 2020.

“É um recurso astronômico e não quero esse dinheiro pra mim. Vou usar para doação, mas se for doação, vai ser ‘preguiçosa’. Então, vou fazer investimentos sociais”, adiantou durante a entrevista com Joca Guanaes.

Na ocasião, Alok também fez muitos elogios ao médium baiano Divaldo Franco e se comprometeu a fazer doações à Mansão do Caminho, instituição criada pelo líder espírita com sede no bairro de Pau da Lima, em Salvador. Reveja o bate-papo.

Inspiração
“A ideia do Instituto Alok é algo muito importante para mim, pois realmente é uma ideia que dá sentido à minha vida. Eu já tive alguns períodos intensos de depressão por sentir um vazio, até que compreendi que a busca por um propósito em vida essencial. Neste momento comecei a viajar para a África, em Moçambique, e compreender ainda mais a questão filantrópica. Percebi que através da música eu posso construir algo maior, com investimentos sociais a longo prazo. São frentes que mexem com o meu coração e que quero potencializar com parcerias para ter sempre mais e mais sementes semeadas”, afirmou ele à coluna de Leo Dias.

A iniciativa será oficializada no próximo sábado (19), durante o primeiro Especial de Final de Ano de Alok, intitulado Alive, que terá transmissão gratuita na TV (Multishow) e internet (canal oficial do DJ no Youtube). Alok também pretende engajar novos parceiros para compor o fundo e ampliar as iniciativas, que focam em três pilares: Empreendedorismo, Gastronomia Social (segurança alimentar) e Expansão da Consciência (desenvolvimento humano).

Fonte: Correio