Instituto Couto Maia deve participar de testes da vacina russa, diz governador

O governador Rui Costa disse, na noite desta segunda-feira (14), que o Instituto Couto Maia, unidade referência no tratamento da covid-19, está em contato com o comitê da vacina russa Sputnik V. Segundo ele, o hospital baiano já informou que tem interesse em participar dos testes do imunizante e, nesta terça-feira (15), serão esclarecidos os termos do protocolo necessário para a parceria.

“Estamos trabalhando para vencer essa guerra contra a covid-19. Precisamos da vacina”, publicou ele em sua conta no Twitter. Na última quarta-feira, 9 de dezembro, Rui se reuniu com a Rússia ara discutir o andamento do processo de aprovação regulatória da Sputnik V, que se encontra em fase final de testes. Na ocasião, ele ofereceu apoio de dois centros baianos de pesquisa.

Politização da vacina

A ideia é que os locais sejam usados para a realização de estudos da vacina na população brasileira, etapa necessária para a certificação da Anvisa. “Estamos cobrando rapidez ao Governo Federal. Vacina é para salvar vidas, não para fazer política”, declarou o governador. Ele também adiantou que pretende recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF), caso esse processo sofra algum tipo de atraso por questões políticas.

Um acordo entre os governos baiano e russo prevê acesso preferencial da Sputnik V e produção de 50 milhões de doses no estado. A Rússia começou a vacinar sua população com esta vacina em 30 de novembro, em um hospital de Moscou.

Fonte: Correio