Programa Rumos, do Itaú Cultural, divulga selecionados

Foram anunciados os projetos selecionados para a edição 2019-20 do Rumos, programa de incentivo à cultura realizado pelo Itaú Cultural. Dos mais de 11 mil projetos inscritos, 91 foram contemplados, sendo 16 baianos. Em 2019, o Itaú Cultural promoveu o projeto Arte como Respiro, para incentivar a produção artísticia no período de isolamento. Segundo a organização do programa, a edição atual novamente privilegia os inscritos preocupados com preservação da memória e organização de acervos.

Há também incentivo a propostas que envolvem questões relacionadas a negritude, feminismo e aos indígenas. As linguagens são as mais diversas, incluindo HQ, artes visuais, games, dança e outros. Apenas o Amapá e o DF não foram contemplados, mas há estados das cinco regiões do país. Entre os projetos baianos selecionados, está Beije sua Preta em Praça Pública, de autoria de Camila Lopes de Moraes, relacionada à negritude. Tiago José Barbosa de Oliveira, de Santa Maria da Vitória, no interior do estado, vai produzir a animação Curacanga.

A questão feminina e a negritude estão em Saudando as Mestres Quilombolas, projeto de literatura apresentado por Kátia Letícia Costa Santos. Hoje, sejá lançad o podcast Rumos Possíveis, que pode ser acompanhado no site www.itaucultural.org.br. Uma vez por semana, vai ao ar um bate-papo com membros da comissão de seleção do Rumos 2019-20.

O episódio que inaugura a série, hoje, é com a escritora e professora de escrita e literatura Noemi Jaffe e o músico fundador da Orquestra Ouro Preto Rodrigo Toffolo. Rumos Possíveis segue na terça-feira seguinte, 22, com a cineasta Paula Gomes e o pesquisador e curador Luiz Camillo. No YouTube do Itaú Cultural serão veiculados vídeos com integrantes da Comissão de Avaliação do Rumos 2019-2020, onde contam como foi a experiência nesse processo. 

Os baianos selecionados:

Beije sua preta em praça pública –   Camila Lopes de Moraes, audiovisual  (Salvador)

BREU –   Team Zeroth, games (Salvador)

Cais –  Giro Planejamento Cultural, audiovisual (Salvador)

Casa – Livro Mouraria 53 –   Lara Regis Lins Perl, arquitetura (Salvador)

Curacanga –  Tiago José Barbosa de Oliveira, audiovisual (Santa Maria da Vitória)

EPA! Encontro Periférico de Artes 5ª Edição –   Inah Irenam Produções, dança (Salvador)

Escritoras das Américas –   Boto-cor-de-rosa livros, arte e café, literatura (Salvador)

Mochileiros Arquivistas –    Sedrick Miles, documentação (Salvador)

Narrativas Subterrâneas – Saudando as mestras quilombolas –   Kátia Letícia Costa Santos, literatura (Camaçari)

Obras reunidas – Jonatas Conceição da Silva –    Ana Célia da Silva, documentação (Salvador)

Os afrofuturistas –    Marcelo Oliveira Lima, HQ (Feira de Santana)

Preta –   Elen Linth, moda (Cachoeira)

Projeto Moa Vive!  –   Átila Oliveira Santana, música (Salvador)

Travessia –   Fidelis Geraldo Sarno, documentação (Vitória da Conquista)

Fonte: Correio