Aglomerados, manifestantes protestam em Búzios contra fechamento da cidade

Uma manifestação promovida por trabalhadores e comerciantes, contrária à decisão judicial que determinou fechamento de praias, comércio não essencial e retirada de turistas de Búzios, no Rio de Janeiro, ocorreu na tarde desta quinta-feira (17) na cidade fluminense.

Imagens registradas e publicadas nas redes sociais mostram dezenas de pessoas aglomeradas, caminhando pelas ruas e bloqueando vias no Centro do município. Dentre as palavras de ordem ditas no protesto, figura, em extenso coro, “Búzios não vai fechar”.

O aumento do número de casos de Covid-19 em Búzios e a alta registrada na taxa de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) fizeram com que a Justiça do Rio de Janeiro determinasse fechamento da cidade, que voltou para a “Bandeira Vermelha”, de alto risco sanitário.

Foi dado prazo de 72 horas para que hotéis, pousadas e serviços de hospedagem fechem as portas e desocupem os quartos. Reservas novas foram proibidas e, as praias, interditadas. Só estão autorizados a entrar na cidade moradores de Búzios. À época, a prefeitura informou que vai seguir a determinação, mas cabe recurso. 

Fonte: Agencia Brasil