Use a virada para mentalizar boas vibrações e focar no positivismo

2020 vai entrar para a história e, sem dúvida, ficará na nossa memória. Quem imaginava que iríamos viver uma pandemia mundial e que a covid-19 iria exterminar milhares de vidas? Ano de isolamento social, crise econômica, corrida pela vacina… O cenário ainda é de muita incerteza, mas, já que 2021 está chegando ao fim, vamos aproveitar a virada para mentalizar nossas energias em boas vibrações e focar no positivismo. Sabemos que o Réveillon será diferente, com suas limitações, nada de aglomerações em prol do bem estar do outro. Mas nada impede que você aposte em um visu branco, símbolo de paz e espiritualidade, para manter a tradição. A dica é eleger peças versáteis, capazes de construir um look bafônico, mas que sejam capazes de se desmembrar em boas opções para diversas produções durante o ano. Afinal, usar uma peça de roupa uma única vez não condiz com um consumo inteligente. Vamos aproveitar 2021 para sermos mais conscientes e empáticos.  Sigamos!

Vestidão mais sobreposição 
Branco é a cara do Verão. Se você aposta em um vestido na cor é garantia de usar muito a peça depois do Reveillon. Dica de stylist: sobreposição é sempre dica certeira para um look mais criativo. A camisa amarrada, até parece que já faz parte do vestido. Sandália flat e presilhas finalizam a produção.

Combo perfeito
Body mais calça é aquele par ideal capaz de se multiplicar com facilidade. As duas peças desmembradas possibilitam muitas combinações e se tornam curingas em qualquer guarda-roupa de Verão.

Fresh
Uma camisa bufante vai compor o look de Réveillon, mas também pode ser usada com qualquer parceiro jeans quando a virada acabar. O mesmo acontece com o shortinho de linho branco, item perfeito para mix com qualquer tonalidade mais colorida. 

Fotos Vinicius Moreira (@vinicius_vm) Produção de Moda Paula Magalhães (@paula.magalhaes1) e Leo Amaral (@leo_amaral) Modelo Julia Camelyer (@juliacamelyer) da agência 40 Graus (@40grausmodels)
Todos as peças by Renner (@lojasrennner). Calça da Crocheteria de Mainha (@crocheteriademainha)
 

Fonte: Correio