Ivete: 'Brasil é um país racista, homofóbico, de feminicídio e ataque às minorias'

Durante o programa Domingão do Faustão, da Rede Globo, deste domingo (27), Ivete Sangalo fez duras criticas ao que chamou de “perfil doente” da sociedade brasileira que seria construído pela desigualdade social. Além disso, a cantora disse que o Brasil é um país que ataca minorias que, na verdade, são a maioria da população. 

“O nosso país é o que mais mata homossexuais no mundo. O Brasil é um país racista, homofóbico, de feminicídio e de ataque as minorias, que não são minorias”, apontou. 

Ivete, que já foi muito criticada por não se posicionar sobre assuntos políticos e sociais, foi além. Criticou também a característica desigual da sociedade brasileira. “Esse perfil da sociedade, esse perfil doente e equivocado é pautado na ideia da desigualdade. O poder dessas pessoas parte da ideia da desigualdade. Os indivíduos têm que ser respeitados de forma igual, é isso que a gente quer”, completou.

Faustão apoiou o discurso da baiana e declarou que é preciso reconhecer os problemas que o Brasil tem. “Nós temos que enfrentar os problemas, temos que encarar as misérias e melhorar. Negacionismo, né? Porra nenhuma, aqui é grave”, falou.

Fonte: Correio