Usuários reclamam de tumulto e aglomeração na fila do Ferry-Boat

Usuários do sistema Ferry Boat passaram por momentos de aperto no começo da noite desta quarta-feira, 30, no Terminal de São Joaquim, em Salvador. A organização da fila, feita pela Internacional Travessias Salvador (ITS), que administra o sistema, retém parte do público do lado de fora do terminal, sem respeito às regras sanitárias de distanciamento, por conta da covid-19.

Em relato ao Correio, usuários reclamam da organização feita pela concessionária, que tem causado aglomeração na parte externa do terminal. Nos vídeos enviados para o Correio* é possível ver pessoas muito próximas umas das outras e notar a ausência de funcionários cobrando distanciamento, ou tentando minimizar a aglomeração. Ainda é possível ver pessoas pulando as grades para ter acesso ao pátio interior do terminal. “Olha o tumulto que está isso aqui”, reclama um usuário.

Já na parte interior do terminal, tanto onde é feita a venda de bilhetes, quanto no salão de espera para o embarque, a situação é tranquila, o que tem gerado revolta dos passageiros. “Aqui dentro está vazio. Comportando muitas das pessoas que estão lá fora sem espaço. É uma vergonha”, relatou ao Correio, Marcos Silva, que chegou na fila às 16h e por volta de 20h ainda não havia embarcado. No entanto, em muitos dos lugares vagos é ´possível notar a marcação nas cadeiras para que não sejam utilizadas, por conta das medidas sanitárias de prevenção ao coronavírus.

ITS diz que período é historicamente movimentado

Em contato com o Correio, a ITS destacou que o fluxo de final do ano é um período historicamente de muito movimento, e que por isso mesmo, e com a pandemia em curso, a empresa organizou uma operação especial, com viagens de madrugada e extras. Nesta quarta, o sistema opera com viagens a cada meia hora.

Ainda segundo a ITS, na noite desta quarta, 30, o fluxo era intenso em São Joaquim, com espera de até 3h para veículos e de 2h para pedestres. Seis embarcações estão em operação: Zumbi dos Palmares, Rio Paraguaçu, Ivete Sangalo, Pinheiro, Anna Nery e Dorival Caymmi.

De carro, passageiros relatam tranquilidade

De carro, a cake designer Suely Theresa chegou na fila por volta das 16h, em frente à antiga sede baiana da Petrobras e embarcou às 18h40. Suely se mostrou surpresa com o pouco tempo de fila. “Pra mim a fila não foi muita. Não achei que demorou exagerado. Fiquei umas três horas na fila. Pelo menos hoje foi tranquilo. Eu até esperava pegar mais fila, mas achei até que foi rápido”

Operação Fim de Ano se adatpa ao coronavírus

Desde do dia 23 de dezembro, o sistema tem operado em horários fixos das 5h às 22h, além das 23h30, de segunda a sábado; sendo a partir das 6h aos domingos e feriados. O sistema opera com algumas restrições em atendimento à resolução da agência reguladora, como medida preventiva à pandemia. As viagens deverão cumprir a regra de atendimento a 75% da capacidade dos barcos para os pedestres e o uso da máscara é obrigatório. O atendimento aos veículos foi ampliado no início deste mês para 100% da disponibilidade de vagas.

Fonte: Correio