Virada vigiada: veja como denunciar aglomerações no Réveillon

A Secretaria da Segurança Pública informou que as denúncias sobre festas ilegais de réveillon, nesta quinta-feira (31), serão priorizadas pela pasta.  Equipes específicas nos Centros Integrados de Comunicações (Cicom) acionarão, com mais celeridade, viaturas.

No Centro de Operações e Inteligência (COI), no CAB, em Salvador, e nos 22 Cicoms distribuídos por todas as regiões do estado, as informações sobre eventos e aglomerações receberão tratamento diferenciado.

Além do 190, o Disque Denúncia da SSP, através dos telefones 71 3235-0000 (SSA e RMS) e 181 (interior) também encaminhará com mais rapidez informações sobre festas irregulares.  

Operação 
No total, segundo a SSP, seis mil policiais militares atuarão no dia 31 de dezembro, fiscalizando possíveis festas ilegais, em todo o território baiano, inclusive em Trancoso. As unidades territoriais e especializadas darão atenção especial às praias, condomínios, hotéis, bares e espaços com histórico de eventos. 

Em Salvador, os bairros da orla marítima contarão com patrulhamento reforçado. Viaturas quatro e duas rodas, além de aeronaves serão empregadas. Regiões mais populares, com registros recentes de paredões, também serão verificadas. Na RMS e interior, principalmente nas cidades turísticas, as guarnições realizarão patrulhamento terrestre e, se necessário, com uso de embarcações para acessos às ilhas. 

“Contamos com a população. Baianos e turistas precisam colaborar e respeitar os decretos estaduais”, declarou o comandante de Operações da PM, coronel Humberto Sturaro. 

Para evitar a propagação da Covid-19 na capital baiana, a Prefeitura montou uma operação especial em diversos pontos da cidade para coibir aglomerações e assegurar o cumprimento dos protocolos sanitários de combate à doença. A Guarda Civil Municipal (GCM) disponibilizará mais de 100 agentes em toda região da Barra, Comércio, Rio Vermelho, Piatã e Itapuã, com o intuito de garantir o ordenamento nos locais. Além disso, a ação contará com viaturas, motocicletas e auxílio de um drone.  

“Haverá uma grande operação na Barra e no Comércio, onde, a partir das 17h do dia 31 de dezembro, será feito o controle de acesso ao trânsito por parte da Transalvador. Especificamente na Barra, a GCM utilizará gradis e tapumes para interdição dos pedestres no calçadão e na praia. As ações serão finalizadas no primeiro dia do ano, às 6h”, explica o diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência, Maurício Lima.  

Ainda na Barra, Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) fiscalizará o funcionamento do comércio. Bares e restaurante poderão funcionar no dia 31 até as 17h. “No local e em outros bairros da cidade também iremos observar se os estabelecimentos estarão obedecendo às regras de distanciamento mínimo das mesas, se há dispensers de alcool em gel, tapetes sanitizantes, entre outras medidas protetivas”, assegura o coordenador de fiscalização da Sedur, Everaldo Freitas.  

Já a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) contará com fiscais em dois turnos nas áreas onde haverá queima de fogos de artifício na cidade (as localidades não foram divulgadas para evitar aglomerações). Serão disponibilizados 100 prepostos para a fiscalização do ordenamento do comércio de rua, com o objetivo de coibir qualquer tipo de atividade irregular. Além disso, fiscais de poluição sonora atuarão com uma força-tarefa reforçada. Na faixa litorânea, a Semop disponibilizará salva-vidas no trecho que corresponde do Jardim de Alah até Ipitanga.  

Por fim, a Marinha do Brasil está realizando a Operação Verão 2020/2021 com reforço na fiscalização de embarcações no litoral da Bahia. A operação é realizada nos locais de maior concentração de embarcações e nos principais terminais marítimos do estado, com a disposição de equipamentos que auxiliam no controle e fiscalização.  

.

Fonte: Correio