Colbert Martins promete mudanças no seu 2º mandato em Feira de Santana

Mudanças. Essa foi a palavra que norteou o discurso do prefeito empossado de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB). Reeleito no segundo maior colégio eleitoral da Bahia após vencer o petista Zé Neto com mais de 164 mil votos, o Mdbista disse em sua cerimônia de posse, nesta sexta (1), que pretende fazer modificações em seu governo para enfrentar a pandemia, a queda na arrecadação municipal e os problemas relacionados à educação.

“Transformar para aperfeiçoar é um princípio básico para buscar mais crescimento e desenvolvimento, principalmente em grandes iniciativas privadas ou na gestão pública. Aproveitemos as boas experiências do passado e projetemos as mudanças necessárias para o futuro”, afirmou Colbert.

Colbert afirma que tem a meta de vacinar 70% da população de Feira contra o Coronavírus até o final de 2021. Questionado pelo CORREIO sobre como pretende alcançar esse objetivo, o prefeito afirmou que o município seguirá o programa nacional de vacinação, mas ressaltou que há dificuldade em relação a seringas, luvas e agulhas.

“Temos cerca de 150 locais de vacinação, que são as unidades de saúde. Temos rede de frios, pra conservação, e profissionais aptos para a vacinação. Só dependemos dos insumos, mas está havendo dificuldades no Brasil todo. Tão logo isso seja resolvido, estaremos plenamente prontos para a campanha”, disse.

O prefeito feirense afirmou que essas mudanças não significam qualquer tipo de desalinhamento na aliança que mantém com o ex-prefeito Zé Ronaldo (Dem). Entre as mudanças previstas estão a redução de despesas como combustível, energia e água, para garantir verba para outras áreas, como saúde, educação e manutenção.

Parte do orçamento da educação será destinado à compra de cinco mil novos computadores (que já vêm sendo adquiridos) e tablets para a rede municipal, hoje com 51 mil estudantes. Essa deve ser uma das medidas para possibilitar a retomada das aulas. Em Feira, o retorno deve ser parcial – inicialmente, com 50% dos estudantes do Ensino Fundamental 2. Ainda assim, o prefeito defende que isso só será feito com o consentimento dos pais. 

Leia o discurso de Colbert na íntegra:     
Esse histórico salão nobre me traz muitas recordações.  Sempre que aqui venho fico imaginando quantos fatos importantes para a vida de Feira de Santana aconteceram aqui. O passado, a história são de uma importância fundamental. Porém se tornam mais proveitosos ainda quando servem de exemplos para uma evolução racional de comportamentos e métodos que resultem no aperfeiçoamento que a vida sempre exige com o passar do tempo.

Transformar para aperfeiçoar é um princípio básico para buscar mais crescimento e desenvolvimento, principalmente em grandes iniciativas privadas ou na gestão pública de grandes cidades. Aproveitemos as boas experiências do passado e projetemos as mudanças necessárias para o futuro. Aproveitemos os bons exemplos das várias gestões de José Ronaldo de Carvalho e projetemos o futuro que essa nossa gestão planeja para Feira de Santana. Nossa aliança é cada vez mais forte porque há um respeito mútuo e o nosso objetivo é único: o desenvolvimento desta terra.

Há um novo governo a partir de agora. Muito natural, portanto, que haja mudanças. Elas não são julgamentos de métodos ou de pessoas, são apenas mudanças que almejam aqueles aperfeiçoamentos normais do curso do tempo, de ajustes aqui e ali, frutos de uma evolução explícita e aceleradamente contínua dessa grande cidade que é Feira de Santana. 

Nossa aliança, José Ronaldo, ainda tem muito mais a alcançar em favor do nosso povo. E lhe garanto que esse novo governo que se inicia será uma nova fase que fortalecerá o nosso propósito de colocar o bem estar do povo de Feira de Santana acima de tudo.”

Fonte: Correio