Fim do feriadão: ferry-boat tem espera de até 3h para embarque de veículos na Ilha de Itaparica

A volta do feriadão de fim de ano gera movimento intenso no Ferry-Boat. Nesta segunda-feira (4), a espera para embarcar no Terminal de Bom Despacho, na Ilha de Itaparica, é de 3h para carros e 2h30 para passageiros, segundo a Internacional Travessias Salvador, administradora do sistema. O fluxo tem gerado aglomerações no local.

No sentido oposto, no Terminal de São Joaquim, em Salvador, o fluxo de passageiros é tranquilo com embarques acontecendo sem espera. Nesta segunda, cinco embarcações estão em operação. São elas: Zumbi dos Palmares, Anna Nery, Rio Paraguaçu, Dorival Caymmi e Pinheiro. 

De acordo com a Internacional Travessias, as viagens ocorrem de hora em hora, com saídas extras a cada 1h30. Pela até metade da manhã, os ferries deixavam os terminais a cada meia hora, o que deve ser retomado após a manutenção da embarcação Ivete Sangalo. A operação se encerra às 23h30 desta segunda, mas os barcos continuarão a transportar todos os passageiros que estiverem no terminal depois do fim do funcionamento.

Na ilha, o movimento também foi intenso no domingo e deve se manter forte até a terça (5). A Operação Final de Ano foi iniciada em 23 de dezembro e será encerrada no dia 6 de janeiro. Durante o período, o fluxo é grande no sistema, com dias de muito movimento em Salvador e outros de grande procura pelo Terminal de Bom Despacho.

Movimento é intenso para retornar para Salvador no começo do ano (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

A Internacional Travessias afirma trabalhar para evitar aglomerações. Em nota, a administradora informa que todos os terminais, salões de embarque e embarcações possuem sinalizações indicando o distanciamento. Alertas ainda são emitidos a todo o momento por meio dos serviços de TV e rádio para orientar e reforçar o cuidado com os protocolos relacionados à prevenção em meio a pandemia.

Os ambientes também contam com cartazes informativos sobre as normas e protocolos instituídos pelos órgãos de saúde. A nota informa ainda que outra medida adotada para assegurar espaço para o distanciamento entre as pessoas é a liberação de pequenos grupos para o salão de bilheteria. O salão de embarque recebe apenas o número de pessoas equivalente ao total de cada viagem. 
 
Desde o começo da pandemia, o sistema suspendeu a travessia com hora marcada. O embarque de passageiros tem restrição de 25% para evitar aglomerações.

Na noite do dia 30 de dezembro, uma festa paredão foi realizada dentro de uma das embarcações do sistema durante o embarque no Terminal de São Joaquim. As pessoas estavam sem máscaras – outras usando o acessório embaixo do queixo – dançando, bebendo, entre os carros – um deles com equipamento de paredão. 

Rodoviária
Na Rodoviária de Salvador, o movimento permanece tranquilo desde 17 de dezembro, quando começou a Operação Final de Ano. Segundo a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), o número de passageiros não superou os 10 mil por dia, que é a média de antes da pandemia. 

As linhas regulares foram mantidas e também foram implementados horários extras. Mais informações sobre o movimento da rodoviária durante o final de ano só serão divulgadas após o fim da operação, que se encerra na noite desta segunda.

Fonte: Correio