6 de janeiro: Dia de Reis terá alvorada e missas em dois turnos

A Festa de Reis esse ano será mais discreta. Sem os tradicionais Ternos de Reis, a Solenidade da Epifania do Senhor será celebrada na Lapinha com o número reduzido de fiéis este ano.

Com o tema central “Glória a Deus no mais alto dos céus, que nos deu o Seu Filho Jesus. Só a Ele o nosso louvor e gratidão”, a Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Lapinha) realizará uma alvorada nesta quarta (6), às 6h, e Missas às 8h e às 18h.

Na véspera do dia de Reis, nesta terça (5), haverá uma programação especial, com uma missa, às 18h. Por volta das 20h, acontecerá a Carreata da Bênção, quando o padre abençoará os comércios e as casas do bairro, e as famílias são convidadas a arrumar os presépios nas sacadas das janelas.

O “Dia de Reis” é tradicionalmente conhecimento como o dia em que se desmonta o presépio e a árvore de natal. A data, comemorada em 6 de janeiro, tem origem na tradição católica que lembra o dia que Jesus Cristo, recém-nascido, recebeu a visita de três Reis Magos: Belchior, Gaspar e Baltazar, vindos do Oriente, guiados por uma estrela. Eles presentearam o menino Jesus com ouro, incenso e mirra, que representam as três dimensões de Cristo: a realeza, a divindade e a humanidade (o óleo da mirra servia para embalsamar os mortos). Os presentes simbolizam, ainda, o futuro da missão de Jesus.

“A intenção dos evangelistas ao mostrar os magos vindos do Oriente foi ensinar que o Cristo veio não apenas para o povo de Israel, mas para todos os povos e nações do mundo”, diz a Arquidiocese de Salvador.

Fonte: Correio