Marinha localiza corpos de mineiros que se afogaram após barco afundar na Bahia

A Marinha do Brasil confirmou na tarde desta segunda-feira (4) que encontrou os corpos dos dois mineiros que ainda estavam desaparecidos após um barco de pesca afundar no rio Cariranha, no Oeste da Bahia, nesse domingo (3). Uma terceira vítima já havia sido localizada pela manhã.

De acordo com o ramo das Forças Armadas, João Paulo da Silva Santos, de 25 anos, e Danielly da Silva Santos, que não teve a idade divulgada, estavam a uma distância entre 500 metros e nove quilômetros de onde ocorreu o acidente, que fica próximo ao encontro com o rio São Francisco, na divisa com Minas Gerais.

Valdinéia Lima dos Santos, de 28 anos, estava em um local conhecido como Cachoeira, a uma distância parecida. O corpo foi achado por um pescador.

Segundo a Marinha, o barco transportava seis pessoas, naturais da cidade de Manga, no Norte de Minas, e virou durante a tarde de domingo. As outras três vítimas conseguiram nadar até a margem do rio e foram resgatadas por populares.

“A Agência Fluvial de Bom Jesus da Lapa deslocou uma equipe para o local, dando início às buscas dos três desaparecidos, a partir das 5h de hoje (4), em conjunto com o Corpo de Bombeiros de Bom Jesus da Lapa”, informou.

“As causas e responsabilidades pelo ocorrido serão apuradas em inquérito instaurado pela Marinha do Brasil”, completou em nota.

Conforme o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), a corporação não foi acionada logo após o acidente, porém, nesta segunda-feira, uma equipe foi empenhada para auxiliar nas buscas, contudo, os três corpos das vítimas já haviam sido localizados e retirados pela equipe da Marinha e moradores da região.

Segundo um jornal local, Valdinéia era funcionária de uma padaria na cidade, Santos de uma mecânica, e Danielly, de uma loja de calçados. No último sábado (2), Danielly tinha postado várias fotos do passeio de feriado, que acabou culminando na tragédia.

Fonte: Agencia Brasil