Para vencer o Grêmio, Bahia precisa superar melhor defesa da Série A

A recuperação do Bahia no Campeonato Brasileiro vai passar por mudanças no sistema defensivo. Depois de encerrar o ano com a pior defesa entre os 20 clubes da Série A, com 48 gols sofridos em 27 jogos do Brasileirão, está mais do que claro que o time precisa estancar a sangria para se manter na divisão de elite do futebol nacional na próxima temporada.

Mas diante do Grêmio, nesta quarta-feira (6), às 19h15, em Porto Alegre, pela 28ª rodada da Série A, além de cuidar da parte defensiva, o Esquadrão precisa de atenção redobrada também dos homens da frente.

O time gaúcho vive no Brasileirão situação oposta ao tricolor baiano. Ao lado do líder São Paulo, o Grêmio é a equipe de melhor defesa do torneio. Foram apenas 22 gols sofridos em 26 jogos, média de 0,85 por partida.

Para efeito de comparação, a média do Bahia é de 1,8 gol sofrido por jogo. Curiosamente, o rendimento da defesa gremista apresenta números um pouco piores quando atua como mandante. A equipe de Renato Gaúcho foi vazada em dez dos 13 jogos em casa, com 12 gols sofridos em Porto Alegre, o que representa 0,92 por partida.

Vale lembrar ainda que o Grêmio tem desfalques importantes no sistema defensivo. Um dos líderes da equipe, Geromel está lesionado e não tem condições de jogo. Reserva imediato, David Braz também se machucou e vai ser desfalque. Assim, a zaga gaúcha será formada pelo argentino Kannemann e o garoto Rodrigues.

Fonte: Correio