Mel Maia nega ter mandado amigos darem surra em fotógrafos na praia

A atriz Mel Maia negou nesta sexta-feira (8) ter mandado um grupo de amigos ameaçar fotógrafos na praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Dois fotógrafos estavam no local e fizeram fotos de Mel com os amigos. Eles dizem que a atriz não gostou e mandou os amigos para cima deles.

Dilson e Delson Silva contaram ao colunista Leo Dias, da Metrópoles, que faziam as fotos quando amigos de Mel se aproximaram e pediram que eles apagassem as imagens. Os dois se recusaram. Segundo Dilson, os amigos questionaram se os fotógrafos eram pedófilos, por estarem fazendo fotos de uma adolescente – Mel tem 16 anos. Ele respondeu que ela é uma personalidade pública, estava na praia, e ele estava fazendo seu trabalho.

O grupo ameaçou os fotógrafos e bateu no retrovisor do carro em que eles estavam, segundo a denúncia. Policiais que estavam próximos disseram que por não ter havido agressão de fato não podiam fazer nada. Eles resolveram não prestar queixa por não acreditar que iria para frete.

Nos stories gravados esta tarde, Mel negou a situação. “Meu dia aqui na praia acabou de ser estragado por uma acusação sem fundamento nenhum. Isso que vocês estão falando é um absurdo. Vou falar a minha versão, a versão real da história, para vocês entenderem. Esse paparazzi estava aqui na praia tirando foto minha desde que eu cheguei, e não foi embora. Quando eu reparei que ele estava tirando foto minha, fiz pose, mandei beijo, fiz coração. Sei que tem muita gente que fala que meu corpo é perfeito, é lindo, mas sou uma adolescente de 16 anos e também tenho problema de autoestima e já estava me incomodando. Mesmo assim, não fiz nada, meus amigos não fizeram nada. Teve uma hora que pedi por favor para ele não tirar foto. Pedi para ele parar, e ele não parou. Fiquei muito desconfortável”, relatou a jovem. 

Ela conta que a mãe estava presente e sugeriu que Mel conversasse com o fotógrafo para fazer uma foto posada, para controlar mais como apareceria. Ela achou uma boa ideia e pediu para um amigo ir falar com o paparazzi, mas ele saiu correndo. “Meu amigo falou ‘vou atrás dele’ e o cara saiu correndo. Falei ‘vai atrás dele, por favor’. E meus amigos foram”, diz. “Ele se aproveitou da situação para dizer que eu mandei sete amigos meus irem espancar ele. Isso é absurdo”, afirma.

Um dos amigos de Mel aparece nos stories. “Ele começou a correr do nada e subiu pro quiosque. Quando chegou lá ele jogou a mochila e me chamou ‘vem para mão’. Falei, não quero brigar com você, quero conversar com você. Não deu dois minutos ele pegou a mochila e saiu correndo para o hotel, ficou atrás do segurança achando que a gente queria bater nele. Aí apareceu a polícia e ele já quis usar isso de argumento”, diz ele. 

Mel diz que a polícia já estava no local e não teve nada a ver com a situação. “Vocês acham que se tivesse acontecido alguma coisa a gente estaria ainda na praia? A gente estaria na delegacia”, garante.

Nas imagens feitas na praia, Mel aparece fazendo poses irônicas e dando dedo aos fotógrafos.

Fonte: Correio