Grávida morre após sofrer mal súbito ao saber que o pai havia falecido por Covid

A escrivã Marciele Feldman, de 40 anos, que estava grávida, morreu nessa quinta-feira (7) em Cuiabá, Mato Grosso, treze dias depois de descobrir que o pai dela, Lauro Feldmann, de 69 anos, havia falecido em decorrência de complicações da Covid-19. Ela sofreu um mal súbito ao receber a notícia, foi internada e, posteriormente, teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC), que lhe tirou a vida. 

O pai dela estava hospitalizado desde o 18 de novembro de 2020 no Hospital Regional de Água Boa, no interior do Mato Grosso, e faleceu no 25 de dezembro.

Marciele era mãe de uma adolescente de 16 anos e estava grávida de oito meses do segundo filho, Bernardo Augusto, que conseguiu sobreviver após um parto às pressas no hospital onde ela foi internada.

A criança sofreu com insuficiência respiratória, mas recebeu alta no primeiro de janeiro e está sob os cuidados da família.

Quando sofreu o mal súbito, Marciele foi ao hospital e, durante a internação, o parto foi realizado. Enquanto estava se recuperando dos procedimentos, ela se queixou de uma forte dor de cabeça, e precisou ser entubada e transferida para uma Unidade de Terapia Intensiva.

Contudo, nessa quinta-feira, ela faleceu. O corpo dela foi enterrado na manhã desta sexta-feira (8) em Água Boa, onde vivia o pai dela. 

Fonte: Agencia Brasil