Profissionais do turismo na Ilha de Itaparica passam por qualificação

Profissionais que atuam nos diversos segmentos ligados ao turismo na Ilha de Itaparica participarão de uma série de cursos oferecidos pela Secretaria de Turismo do Estado (Setur) no próximo mês de fevereiro. Com 40 horas de aulas, a iniciativa visa qualificar a mão de obra local e proporcionar melhor atendimento aos visitantes. 

A proposta dos cursos foi apresentada nesta segunda-feira (11), durante a visita do secretário do Turismo e Cultura de Itaparica, J. Velloso, ao chefe de Gabinete da Setur, Benedito Braga. Na oportunidade, as ações do Prodetur Nacional Bahia na ilha de Itaparica foram apresentadas ao novo secretário municipal. 

Turismo Religioso, Qualidade no Atendimento Turístico, Noções Conceituais no Turismo, Produção Associada ao Turismo e Turismo e Cidadania são os temas a serem trabalhados durante os cursos realizados em Vera Cruz e Itaparica. A mobilização dos profissionais e a realização das inscrições ficarão a cargo das prefeituras locais. 

A equipe da Setur está programando uma visita técnica e reunião com o prefeito Jose Elias das Virgens Oliveira para apresentar a proposta da Marina de Itaparica, cujo projeto tem investimentos em torno de R$ 11 milhões e contempla 36 vagas secas, 126 vagas molhadas e um posto de combustível, além de lojas e espaço para vendas de alimentos e bebidas. 

O programa, que tem recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Governo da Bahia, vai beneficiar o turismo nos 18 municípios da Baía de Todos-os-Santos nos segmentos náutico e cultural. 

“Qualificação é um aspecto fundamental a contribuir para o fomento do turismo local, ajudando a conquistar os visitantes com bom atendimento e serviço de excelência”, explica Braga. 

Ao todo, estão previstas a implantação de quatro bases náuticas: Penha, em Salvador; Itaparica; Salinas da Margarida; e Cacha Pregos, em Vera Cruz. Também são previstos seis terminais turísticos (Botelho e Bom Jesus dos Passos, Maragojipe, Cachoeira, Jaguaripe, e Mutá. 

Também os atracadouros do Museu do Recôncavo Wanderley Pinho, em Candeias, junto com a grande restauração do equipamento cultural, e do Solar do Unhão (Museu de Arte Moderna), na capital, que inclui ainda a reforma do restaurante. 

Fonte: Correio