Suspeito de matar companheira e simular suicídio dela é preso em Paulo Afonso

O suspeito de matar Cíntia Maria da Silva em Paulo Afonso em 10 de novembro do ano passado foi preso na quarta-feira (13), em ação da equipe da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) da cidade, além da delegacia local. Ele, que não teve nome divulgado, estava com um mandado de prisãoem aberto.

O companheiro matou Cíntia e depois mexeu na cena do crime para simular um suicídio. Ele mesmo chamou a polícia diznedo que havia encontrado a vítima já sem vida, com o corpo pendurado por um lençol que ele, no desespero para tentar salvá-la, teria cortado. O corpo foi achado no apartamento de Cintia, no bairro de Moxotó.

Vizinhos, contudo, disseram que o corpo de Cíntia estava deitado no chão quando eles chegaram. Familiares relataram à polícia que Cintina sofria maus tratos e já tinha sido agredida por ele anteriormente, por motivo de ciúmes. “Recentemente ela havia pedido a separação e começado num novo emprego, o que intensificou a violência do acusado”, diz a delegada Antônia Jane.

Perícias foram feitas no local e no carro do suspeito. Imagens de câmeras de segurança também foram usadas. O acusado aparece em imagens de segurança do condomínio transportando um colchão na mala do veículo. Manchas de sangue também foram encontradas no volante do carro dele.

Os exames mostraram que as marcas de violência no corpo de Cíntia não era compatíveis com suicídio. Ela foi violentada e estrangulada. O agressor vai responder por estupro, feminicídio e fraude processual.

Fonte: Correio