Butatan envia à Anvisa pedido para uso de doses da Coronavac envasadas no Brasil

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse que enviou nesta segunda-feira (18) um novo pedido de uso emergencial da Coronavac para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), solicitando a liberação das doses que foram envasadas no Brasil, pelo instiuto. 

“Ainda na manhã de hoje entramos com o pedido de uso emergencial agora para todas as doses que serão produzidas no Butantan. A primeira partida de 4,8 milhões já em disponibilidade à medida que for feita essa liberação. Uma vez aprovada, aí a produção do Butantan já será feita de acordo com essa autorização”, explica Dimas.

Essa autorização, se concedida, não ficará válida somente para o estoque atual, mas também para futuras doses envasadas pelo instituto. “Não haverá necessidade de todo lote ser requisitado. Poderemos chegar aí à produção adicional de 35 milhões, já descontando essas 4 milhões. E, eventualmente, no acréscimo que inclusive já foi mencionado ao Ministério de 56 milhões de doses adicionais. Esperamos que essa autorização acontece o mais rápido possível”.

A autorização dada pela Anvisa no domingo é para 6 milhões de doses que já chegaram prontas da China. Essas doses já estão sendo distribuídas no Brasil e algumas já foram aplicadas – São Paulo foi o primeiro estado a iniciar a imunização, vacinando profissionais de saúde.

Fonte: Correio