Ganhador da Mega da Virada 'esquece' prêmio e pode perder R$ 162 milhões

Parece inacreditável, mas um dos vencedores da Mega da Virada ainda não havia retirado o prêmio superior a R$ 162 milhões até esta sexta-feira (26), quase três meses após o sorteio. A informação foi publicada pela coluna “Radar”, da revista Veja.

Agora, o sortudo e desatento apostador de São Paulo (SP) precisa correr para buscar a bolada em uma agência da Caixa Econômica. Segundo o banco responsável pelo pagamento, o prazo é de 90 dias e vence na próxima quarta-feira (31).

O outro vencedor, de Aracajú (SE), já retirou sua parte do prêmio. A Mega da Virada de 2020 pagou o maior montante da história das loterias federais, com ao todo R$ 352,2 milhões, ou exatos R$ 162.625.108,22 para cada um dos ganhadores.

De acordo com a Caixa, se o segundo apostador não resgatar o valor dentro do prazo, o dinheiro será repassado ao Fundo de Financiamento do Ensino Superior (FIES), diferentemente do que acontece em outros sorteios, quando o montante é acumulado para a edição seguinte.

Apesar de inusitada, esta situação já aconteceu outras vezes. Segundo a Caixa, apenas em 2020, outros R$ 311,9 milhões em prêmios foram “esquecidos” pelos ganhadores. Nos últimos cinco anos, o total de prêmios não resgatados entre Mega Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteca, Lotogol e Federal somam R$ 1,62 bilhão.

 

Fonte: Agencia Brasil