Atleta da seleção de bobsled, Odirlei Pessoni morre em acidente de moto em Minas

Morreu na manhã deste sábado Odirlei Pessoni, atleta da seleção brasileira de bobsled. Ele sofreu um acidente de moto na região de Peixoto, em Minas Gerais. Aos 38 anos, Odirlei já havia participado de dois Jogos Olímpicos de Inverno (2014, em Sochi, e 2018, em PyeongChang) e estava se preparando para seu terceiro, em Pequim (2022).

Natural de Franca, interior de São Paulo, o atleta de bobsled completaria 39 anos no dia 1.º de julho. A Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG) emitiu uma nota de pesar pela morte de Odirlei, prestando solidariedade a amigos e familiares.

“Neste momento de dor, nos solidarizamos com os familiares, amigos e com toda a comunidade do bobsled e desportos no gelo do Brasil. Dono de duas participações olímpicas, Odirlei deixará muitas saudades em todos com quem conviveu e cativou”, afirmou a nota da CBDG.

Quem também se pronunciou foi Edson Bindilatti, companheiro de Odirlei na equipe brasileira de bobsled. Ele fez diversos elogios e disse se recordar apenas de momentos bons desfrutados ao longo do tempo.

“Tudo passava por ele, tinha o dedo dele. Sempre disposto a ajudar, sempre disposto a fazer as coisas acontecerem. Não tinha tempo ruim para ele. Era nosso mecânico, que regulava nosso trenó, um baita atleta, que fazia a diferença. No topo da pista ninguém assustava ele. Vinha com toda vontade e coração muito bom. Nosso ‘ranzinza’ amado. Não sei o que dizer. Apenas coisas boas”, finalizou Bindilatti.

Fonte: Correio