Xuxa defende utilização de presos para testes de remédios: 'serviriam para alguma coisa'

A apresentadora Xuxa Meneghel causou polêmica, na noite desta sexta (26), ao defender que remédios e vacinas sejam testados em presidiários. Xuxa disse que desta forma “pelo menos eles serviriam para alguma coisa”.

O comentário foi feito em uma live da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. O tema era defesa dos animais, causa defendida pela apresentadora. Xuxa deu a “sugestão” no momento em que falava sobre testes feitos em animais.

Durante a conversa, Xuxa disse entender que em relação a testes de vacina, por se tratar de uma questão de “vida ou morte”, os testes aconteçam em bichos. Mas em relação a cosméticos, ela se mostrou contrária e seguiu em uma linha de pensamento que chegou ao comentário sobre os presos. Quando falou sobre testes com remédios, a apresentadora então falou sobre sua ideia. Xuxa chegou a dizer que o comentário soaria desumano para algumas pessoas.

“Acho que as pessoas têm que usar mais esse caminho e não o que é mais fácil, (que é) pegar um macaquinho e vamos ver o que acontece, vamos pegar um bicho para ver o que acontece com o pelo do bicho, ou no olho, enfim…acho também que com remédios e coisas, eu tenho um pensamento que pode parecer muito ruim para as pessoas, que pode parecer desumano. Na minha opinião, eu acho que existem muitas pessoas que fizeram muitas coisas erradas que estão aí pagando seus erros em ad eternum, para sempre em prisão, que poderiam ajudar nesses casos aí, de pessoas para experimentos. Acho que pelo menos eles serviriam para alguma coisa antes de morrer, entendeu?. Para ajudar a salvar vidas, com remédios, tudo.”

Ela ainda admitiu que a fala era problemática. “Vai vir um pessoal que é dos direitos humanos e vai dizer: ‘Não, eles não podem ser usados'”, disse.
 
A apresentadora seguiu falando sobre a questão, indicando que no seu ponto de vista isso deveria ocorrer em pessoas que cumprem penas muito longas.

“Se são pessoas que já estão provados (sic) que vão viver 60 anos na cadeia, 50 anos na cadeia, e vão morrer lá, acho que poderiam usar um pouco da vida delas pelo menos para ajudar algumas pessoas, provando remédios, provando vacinas, provando tudo nessas pessoas para ver se funciona, entendeu? Essa é a minha opinião, já que vai ter que morrer na cadeia, que pelo menos sirva para ajudar em alguma coisa.”

Apesar de Xuxa ter citado penas acima de 50 anos, no Brasil a pena máxima de prisão é de 40 anos, conforme lei sancionada em 2019, pelo presidente Jair Bolsonaro. Anteriormente, a pena máxima no Brasil era de 30 anos. 

A fala de Xuxa causou uma forte reação na internet. Nas redes sociais, personalidades, políticos, influenciadores e lideranças negras criticaram a fala da apresentadora.

Fonte: Correio