Em busca de recuperação, Bahia recebe Altos pela Copa do Nordeste

O Bahia ainda vive momento de afirmação. O início de ciclo do Esquadrão tem sido de constante alternância entre apresentações boas e ruins. Neste domingo (28), o time vai ter a chance de dar um passo na busca pela regularidade. A partir das 16h, o tricolor recebe o piauiense Altos, no estádio de Pituaçu, pela 6ª rodada da Copa do Nordeste.

Com sete pontos em cinco jogos, o Bahia inicia a jornada em segundo lugar e precisa  vencer para ficar em situação confortável no grupo A e deixar encaminhada a classificação para as quartas de final. 

Dado Cavalcanti tem que resolver algumas questões na equipe. A principal delas é alcançar o anunciado equilíbrio entre defesa e ataque. Desde que assumiu o Bahia, na reta final do Brasileirão de 2020, o treinador tem batido na tecla de ter uma equipe mais sólida defensivamente e que consiga atacar com qualidade, mas em campo o resultado ainda não foi alcançado.

Se na goleada por 4×0 sobre o Sport o tricolor parecia enfim ter encontrado a postura ideal, diante do CSA, na rodada seguinte, os erros individuais e coletivos trouxeram à tona velhos problemas e custaram a derrota por 2×0.

“Nossa equipe tem oscilado. Temos feito bons e maus jogos. Busco o equilíbrio para fazer cada vez mais bons jogos e, quando não conseguir, que a gente saiba sofrer”, explicou Dado Cavalcanti após a derrota em Maceió.

“Nossa equipe tem margem para evolução, tem espaço para que evolua em peças e, principalmente, evolução individual. E penso que é um momento de instabilidade. A gente tem que ter tranquilidade neste momento para ultrapassá-lo e fazer jogos mais eficientes e ganhar os pontos necessários para classificar e, lógico, chegar bem mais forte nas fases finais dessa competição”, continuou o treinador.

Na busca pela evolução, não será surpresa se Dado fizer mudanças na equipe. Nos últimos dias o Esquadrão ganhou novas opções com as regularizações de recém-contratados como o volante Matheus Galdezani e os zagueiros Conti e Luiz Otávio. Os dois últimos têm mais chances de entrar em campo. O argentino, inclusive, já ficou no banco nos últimos jogos.  

Dado tem observado ainda jogadores do time de aspirantes. Além de Raniele e Ignácio, que têm aparecido como figuras constantes no banco, no último treino o volante Pablo e os atacantes Chrystian e Marcelo foram testados no grupo principal. O ataque tem sido outro ponto de preocupação após a saída de Marco Antônio para o Botafogo e o afastamento de Thiago, que negocia a saída.

Surto de covid
Adversário do Bahia, o Altos tem problemas na escalação devido aos casos de covid-19. Só no mês de março seis atletas foram diagnosticados com a doença. Afastados, o lateral Thiaguinho e o volante Ray estão fora do jogo.

Para minimizar o risco de novos contágios, o Altos decidiu vir para Salvador de ônibus. A delegação encarou 17h de estrada do Piauí até a capital baiana.

Fonte: Correio