Tipo de plástico está causando diminuição no pênis, alerta especialista

A poluição está fazendo com que a temperatura aumente e os pênis diminuam. Este é o diagnóstico feito pela especialista Shanna Swan, epidemiologista reprodutiva e professora de Medicina Ambiental. 

A principal causa desta redução são os ftalatos, produtos químicos usados na fabricação de plásticos que causam impacto no sistema endócrino, produtor de hormônios. Por conta disso, um número crescente de bebês está nascendo com pênis pequenos, escreveu a especialista no seu novo livro. Shanna descreve a situação como uma “ameaça à nossa existência”.

No livro intitulado “Count Down” (Contagem Regressiva), a especialista explica “como nosso mundo moderno está ameaçando a contagem de espermatozóides, alterando o desenvolvimento reprodutivo masculino e feminino e colocando em perigo o futuro da raça humana”.

A pesquisa de Shanna começou examinando a síndrome dos ftalatos em ratos. O estudo concluiu que fetos que foram expostos às substâncias químicas tinham mais probabilidade de nascer com órgãos genitais encolhidos.

Ou seja: bebês do sexo masculino que foram expostos a ftalatos no útero tinham uma distância anogenital mais curta, algo que se correlaciona com o volume do pênis.

Essas substâncias químicas têm ainda grande uso industrial na fabricação de plásticos mais flexíveis ou cremosos e está presente em copos, garrafas, brinquedos e cosmésticos, entre outros. Segundo Shanna, o químico é transmitido para alimentos.

Na lista de seus possíveis efeitos, além da infertilidade masculina, estão obesidade, diabetes, câncer e menstruação precoce.

Os ftalatos foram banidos nos Estados Unidos e na Europa, com base em estudos populacionais.

Fonte: Correio