Homem usa retroescavadeira para ser vacinado em drive-thru no interior de SP

Parecia até causo do Dia da Mentira, mas, na última quinta-feira (1º), quando a cidade de Assis (433 km de São Paulo) iniciou a vacinação contra a Covid-19 em pessoas a partir dos 68 anos, um drive-thru local recebeu um homem em uma retroescavadeira.

Apesar do veículo incomum, José de Almeida Filho, 68, foi devidamente imunizado com a primeira dose da Coronavac.

Conhecido como Zezinho e Zé da Terra, ele diz usar a máquina não só para trabalhos de limpeza e de terraplanagem, mas também no dia a dia, como em idas ao supermercado.

Hipertenso e preocupado com o avanço da pandemia, ele foi ao drive-thru, ponto de vacinação mais próximo de sua casa, logo que passou a ter direito ao imunizante. Em um primeiro momento, deixou o trator apenas estacionado próximo ao local e tentou ser atendido a pé, mas acabou impedido.

“O rapaz falou que não poderia ser a pé nem de bicicleta, só com uma condução. Eu falei que estava com o trator encostado na guia, e ele falou que poderia ser assim. Então eu fui”, disse à reportagem. No fim das contas, ele precisou descer do veículo e ficar de pé no local para receber a vacina.

Registrada pela equipe de saúde, a cena viralizou e, inclusive, se tornou peça publicitária em prol da vacinação nas redes sociais da prefeitura. No entanto, também gerou comentários negativos, sobre um suposto interesse de Zé em propagandear seus serviços, o que ele nega.

“Eu não fiz isso para repercutir. Tenho um carrinho, mas ele está com o documento vencido, então ando com a máquina, ela é boa para tudo”, afirma o tratorista, que pretende usar a retroescavadeira para receber a segunda dose. “Eu não via a hora de tomar a vacina e vou voltar lá no dia 21.”

Primeiro da família a ser imunizado, ele diz não ter tido casos de Covid-19 entre pessoas próximas, apesar da situação alarmante de Assis. O município de 105.087 habitantes havia confirmado, até esta quarta (7), 6.888 ocorrências da doença, das quais 173 evoluíram para óbito.

A cidade já vacinou 20.364 pessoas, 6.032 delas com a segunda dose. Segundo a prefeitura, sob gestão José Fernandes (PDT), o ponto de vacinação mais procurado tem sido o drive-thru localizado na Farmácia Unimed, em que Zé de Almeida foi vacinado em sua retroescavadeira.

Também de acordo com a gestão municipal, para evitar transtornos e injustiças, quem chega a pé ao local é orientado a procurar um dos outros seis pontos de vacinação da cidade, no caso escolas municipais adaptadas para isso, nos quais não é necessário ter um veículo à disposição para integrar a fila.

Questionada pela reportagem, a prefeitura ainda afirma não ter registrado outros casos insólitos no drive-thru, seja de caminhões, carroças ou munícipes a cavalo. Se algo do tipo ocorrer, no entanto, a pessoa será vacinada, “desde que esse meio de transporte siga as regras dessa estratégia de vacinação, como foi o caso do morador que chegou de trator”, ponderou, em nota.

Fonte: Agencia Brasil