Em briga pelo G4, Bahia encara o Bahia de Feira, pelo Baianão

A primeira fase do Campeonato Baiano entra na reta final e a cada rodada que passa as partidas ganham mais importância para o Bahia. Neste domingo (18), o tricolor tem um duelo extremamente importante contra o Bahia de Feira, às 16h, no estádio de Pituaçu.

Diante do xará de Feira, o tricolor da capital precisa vencer para não se complicar ainda mais na busca por uma vaga na semifinal e manter vivo o sonho do tetracampeonato estadual. Além de disso, o duelo é um confronto direto por um lugar no G4.

O Tremendão inicia a rodada com 12 pontos, e é o terceiro colocado. Já o Bahia aparece na sequência, com 9 pontos, na quinta colocação. O Esquadrão caiu uma casa e foi ultrapassado pelo Unirb, que venceu o Vitória da Conquista, por 3×2, neste sábado. Por isso a necessidade de vencer. Na análise do técnico Cláudio Prates, a equipe ganhou motivação após bater o Atlético de Alagoinhas, na última rodada, e o desafio agora é controlar a ansiedade para manter o ritmo.  

“A gente lida com uma faixa etária nesse grupo de transição de jovens, de meninos que estão buscando o seu espaço, quando gera confiança em cima de triunfos, a semana fica mais leve, mais tranquila. Fizemos dois treinamentos muito bons contra o time principal e contra o sub-20, e isso nos deixou muito confiante para fazer uma grande partida contra o Bahia de Feira. É fundamental para eles adquirir esse equilíbrio emocional para que a gente faça jogos consistentes, buscando a nossa classificação”, disse Prates.

Pelo momento dos dois times e das posições na tabela, Claudinho sabe que o duelo não será fácil, mesmo com o mando de campo sendo do Bahia. Ele afirma que espera um adversário organizado do outro lado e que o Esquadrão vai ter que estar concentrado para conseguir o resultado positivo. O de time de Feira de Santana tem ainda o artilheiro do torneio, Deon, com quatro gols.    

“Por mais que a gente analise e faça criteriosamente todos as formas de jogo que o adversário possa ter, são jogos diferentes para os times do interior. Nós esperamos uma equipe bem organizada, Oliveira Canindé é um grande treinador. Mas acima de tudo, a nossa equipe está muito motivada a voltar a triunfar, a ter uma estabilidade que não teve no início do Campeonato. Nada melhor que ter nessa reta final”, continuou.

Para o duelo contra o Bahia de Feira, o Bahia tem dois desfalques certos. O atacante Ronaldo e o lateral esquerdo Mayke ainda se recuperam de lesão e estão na fase de transição para o campo. Com isso, Felipinho segue do lado esquerdo, enquanto Marcelo será a referência no ataque.

Fonte: Correio