'Gordinha' de Eliana Kertész recepciona passageiros no Aeroporto de Salvador

Uma escultura da artista plástica baiana Eliana Kertész está em exposição próximo aos balcões de check-in do Aeroporto de Salvador. Inspirada na obra “Salomé”, a “Gordinha”, como ficou conhecida, celebra a vida das mulheres brasileiras.

Feita com isopor, papel machê, coberta com massa acrílica e pintada com tinta fosca, a versão da “Gordinha” em amarelo, criada para exposição “Fartura e Abundância”, celebra também os vinte anos de criação da obra original, criada por Eliana em 2001. A artista que faleceu em 2017, deixou um importante legado para Salvador, cidade em que atuou também como vereadora.  

Uma das suas obras mais famosas, o monumento “Meninas do Brasil, é um ponto turístico conhecido na capital da Bahia. As estatuetas ficaram popularmente conhecidas como “Gordinhas de Ondina”, e estão expostas na rua Adhemar de Barros, no bairro de Ondina.   

“Além de ser uma artista icônica na cidade, Eliana Kertész suscita discussões relevantes e atuais para a sociedade. Ter uma destas peças no terminal é uma forma de homenagearmos as mulheres também. É muito simbólico abrirmos as portas do terminal para receber uma peça como esta, tendo em vista o conceito de sense of place, muito presente na filosofia da VINCI Airports, e que valoriza exatamente a presença de elementos locais marcantes no nosso terminal”, avalia Daniela Franco, gerente de Comunicação do Salvador Bahia Airport.  

A “Gordinha”, que mede aproximadamente 4 metros de altura por outros 4,5 metros de largura, levou três dias para ser montada. A peça foi uma das atrações principais da exposição “Fartura e Abundância”, realizada entre o fim de 2019 e o início de 2020 no Palacete das Artes, na capital.  

A peça soma-se a outras criações que já estão expostas pelos corredores do Aeroporto de Salvador, valorizando a cultura e a história local. Desde dezembro, a obra “Manifestações Culturais”, de Carybé, entrou em exibição permanente na área de pré-embarque, destacando a riqueza cultural da Bahia de um jeito que só mesmo a arte é capaz de fazer. 

Peças do artista plástico Elano Passos e fotos de Will Recarey também são mais motivos de contemplação para quem acessa a área restrita, na ligação entre os píers norte e sul.  

Fonte: Correio