Imprensa inglesa afirma que Chelsea e City vão deixar a Superliga

A Superliga deve ter duas baixas. Diversos veículos da imprensa inglesa, como a rede BBC, o jornal The Times e o site The Athletic, afirmaram nesta terça-feira (20) que o Chelsea e o Manchester City irão deixar o torneio. Nenhum dos clubes ainda se manifestou oficialmente.

O clube londrino já estaria preparando a papelada necessária para desistir da ideia da nova competição. A Superliga foi anunciada no último domingo (18) por 12 grandes clubes da Europa, mas vem sofrendo duras críticas de jogadores, torcedores, clubes não-participantes, ligas e até as principais entidades à frente do futebol, como a Uefa e a Fifa.

Pelo Twitter, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, apoiou a saída das equipes inglesas da Superliga e afirmou que espera o mesmo dos demais clubes do país.

“A decisão do Chelsea e do Manchester City é – se confirmada – absolutamente acertada e os elogio por isso. Espero que os outros clubes envolvidos na Superliga Europeia sigam o seu exemplo”, escreveu Johnson.

Segundo o diário Sport, o Barcelona também deixará o torneio. O jornal catalão afirma que o presidente do clube, Joan Laporta, deve colocar a participação da equipe em votação com os sócios. Com a desaprovação geral, é provável que a saída seja confirmada. 

Protestos em Londres

Nesta terça-feira (20), centenas de pessoas foram até a entrada do Stamford Bridge, casa do Chelsea, para protestar contra a participação do clube inglês no novo torneio. Estimativas dos policiais apontam que participaram da manifestação cerca de 1,5 mil torcedores.

Os fãs seguravam cartazes com muitas críticas à diretoria do Chelsea. O principal alvo foi o dono do clube, o magnata russo Roman Abramovich. Eles reclamavam da “ganância” do projeto da Superliga, que promete render 3,5 bilhões de euros na primeira temporada. Ex-goleiro e atual assessor técnico de desempenho, Petr Cech tentou acalmar a multidão.

Este teria sido o momento que os torcedores presentes no protesto souberam que o Chelsea sairia da Superliga:

Até o momento, a competição tem seis clubes ingleses: Chelsea, Arsenal, Tottenham, Manchester City, Manchester United e Liverpool. Há ainda três integrantes da Espanha (Atlético de Madrid, Barcelona e Real Madrid) e outros três da Itália (Internazionale de Milão, Milan e Juventus).

Fonte: Correio