Com projetos e rodas de conversa, evento discute a valorização do trabalho doméstico 

Em comemoração pelo Dia Nacional da Trabalhadora e do Trabalhador Doméstico, comemorado nesta terça-feira (27), a 11ª Semana de Valorização do Trabalho Doméstico apresentou ao público painéis temáticos, roda de conversa e apresentações de estudos e projetos sobre o tema. O evento, promovido pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), segue até esta quarta-feira (28), com transmissão por meio da página da Setre no Facebook/SetreBahia.govba. 

O evento desta terça-feira (27) contou com as participações do titular da Setre, Davidson Magalhães, da secretária estadual de Políticas para as Mulheres, Julieta Palmeira, da presidente do Sindoméstico-Bahia e secretária Geral do Fenatrad, Creuza Oliveira, do representante da Organização Internacional do Trabalho, José Ribeiro, do procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho na Bahia, Luís Carneiro, entre outras autoridades.

A programação desta quarta-feira (28) terá início às 17h, com a exposição do estudo “Emprego e Desemprego no Segmento do Trabalho Doméstico em Tempos de Pandemia”, realizado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI). A apresentação do Projeto de Fiscalização do Trabalho Doméstico em Salvador, pela Superintendência Regional do Trabalho na Bahia, marca o encerramento do evento.

Diretora do Sindoméstico-Bahia e trabalhadora doméstica, Milca Martins diz que a visibilidade é importante para o fortalecimento das lutas da categoria. “É fundamental para que nossa categoria possa se organizar e ir para a luta.  Durante todo o ano, com apoio da Setre, a gente se reúne todas as últimas quartas-feiras do mês para fazer o preparo desse evento, com cursos de qualificação que trazem mais oportunidade para essas trabalhadoras, na sua maioria, mulheres negras, chefes de família e que vivem nos grandes bairros periféricos. É um trabalho importante, principalmente com a pandemia da Covid-19, porque a gente precisa de capacitação e de mais conhecimentos para prestar o serviço com mais qualidade e segurança”. 

O secretário da Setre, Davidson Magalhães, destacou a importância de se discutir os desafios que os trabalhadores domésticos enfrentam no contexto atual. “O setor tinha alcançado conquistas importantes como a regulamentação da profissão e carteira assinada. No entanto, as últimas reformas trabalhistas fizeram uma regressão nas relações de trabalho e a categoria sofreu um retrocesso. Hoje, muitos profissionais estão informalizados ou com trabalho intermitente. Por isso, nesta edição da Semana de Valorização, nós estamos implementando toda uma política de conscientização desse segmento de sensibilização dos empregadores e acesso ao conhecimento sobre os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras na área doméstica”.

A Setre destaca como uma das medidas de parceria e valorização das domésticas, especialmente durante a pandemia, a criação da plataforma Contrate.ba. No portal, os trabalhadores estão recebendo orientações para acessar as casas dos clientes, mantendo todos os cuidados necessários por conta da pandemia da Covid-19. O endereço é www.contrate.ba.gov.br.

Fonte: Correio