Dado destaca força do grupo e elogia estreia de Thonny Anderson

A goleada sobre o Guabirá, por 5×0, na noite desta terça-feira (27), em Pituaçu, e a consequente liderança do grupo B da Copa Sul-Americana, deixaram o técnico Dado Cavalcanti bem satisfeito.

Após o duelo, ele avaliou o comportamento da equipe e destacou a força do elenco do Bahia, já que o tricolor teve em campo um time formado por muitos atletas que ainda estão buscando espaço no grupo.

“Eu entendo que essa foi a oportunidade de manter uma intensidade no jogo, e a oxigenação com a entrada de outros jogadores trouxe essa intensidade. Os jogadores entram mais motivados, obviamente alguns desses, com a sede de demonstrar o seu potencial, a qualidade. Mostrou também que o Bahia tem um grupo forte, uma unidade, um elenco que será utilizado. O Bahia se acostumou a fazer muitos jogos no ano, e inevitavelmente existem lesões, trocas. Hoje foi uma prova da força desse grupo”, disse Dado.

O treinador pontuou ainda que os jogadores considerados titulares que não estiveram em campo diante da equipe boliviana não foram poupados, mas ficaram fora por não apresentar condição ideal de jogo. Neste sábado (1º), o Esquadrão tem compromisso importante contra o Ceará, pelo primeiro duelo da final da Copa do Nordeste.

“Não houve ninguém poupado. Os jogadores que não estiveram em campo não tinham condições de jogar. Alguns vieram na base do sacrifício, entendendo a importância da Sul-Americana para o Bahia e para mim. Os que estiveram 100% contribuíram para a intensidade alta. Acredito que hoje foi uma demonstração da força (do elenco). Os jogadores contribuíram muito para que a gente conseguisse esse placar elástico importantíssimo para a sequência da Sul-Americana”, continuou.

Dado Cavalcanti aproveitou ainda para analisar a estreia do meia-atacante Thonny Anderson. O jogador iniciou a partida como titular e contribuiu com uma assistência. De acordo com o treinador, com mais ritmo a tendência é a de que ele agregue ainda mais ao Bahia. 

“Thonny nos surpreendeu pelo tempo em campo. Tínhamos planejado para ele apenas 45 minutos, precisamos antecipar o planejamento para a estreia, pela necessidade. É um jogador que tem uma excelente leitura do espaço, hoje deu uma amostra do que pode fazer pelo Bahia na temporada. Segurou bem a bola, procurou os companheiros na frente. Com condicionamento, força física, ritmo de jogo, Thonny vai contribuir ainda mais”, finalizou o treinador.

Fonte: Correio