De volta ao universo encantador de Soul

A animação Soul segue conquistando corações e prêmios. O filme da Pixar já tinha feito história por trazer o primeiro protagonista negro do estúdio. E repetiu no Oscar o sucesso do Globo de Ouro, vencendo os prêmios de Melhor Animação e Melhor Trilha Sonora Original.

Quem gostou muito do filme dirigido por Pete Docter pode curtir um pouco mais da história,  através do curta 22 Contra a Terra, que estreou nesta sexta na plataforma Disney+ – onde Soul pode ser visto com exclusividade. Pode até aproveitar para fazer uma dobradinha para pensar um pouco sobre o sentido da vida – mas com leveza, como o filme propõe.  

O curta resgata a história da alma 22, um dos encantos de Soul, antes dela conhecer Joe Gardner, o professor e músico de jazz protagonista da animação. “Enquanto fazíamos Soul, conversamos sobre o porquê de a nova alma não querer viver na Terra, mas, no fim das contas, não fazia parte daquele filme”, conta o diretor Kevin Nolting em material de divulgação da produção.

 

Uma das perguntas que o filme tenta responder é por que 22 ficou tão cínica. Novamente na voz de Tina Fey, 22 desafia as regras do Pré-Vida e se recusa a ir para a Terra, recrutando uma gangue de novas almas para fazer uma rebelião – que não sai exatamente como ela pensa e ainda faz uma surpreendente revelação sobre o significado da vida.

“As outras novas almas são o que a 22 era antes de tomar um rumo diferente: puramente inocentes, telas em branco a serem guiadas pelos conselheiros em sua jornada quase sem intercorrências até o portal para a Terra. 22 vê uma abertura nisso e tenta, ela mesma, guiá-las em sua maneira de pensar”, explica o diretor.

Muito do delicado e envolvente universo de Soul deve-se à sua trilha sonora, que tem 42 temas e pode ser ouvida nas plataformas digitais. A trilha traz composições e arranjos de jazz de Jon Batiste – ele assina 19 temas, incluindo um chamado Cristo Redentor – Trent Reznor e Atticus Ross.  Disney+

Diversão no Fim de Semana

café
O concurso é realizado pela Fundação Gregório de Matos (Foto: Adenor Gondim/divulgação)

Vai um cafezinho aí? –  Concurso elege carrinho mais original 

Coloridos, descolados e funcionais, os Carrinhos de Café já fazem parte da paisagem urbana da Soterópolis e podem ganhar status de patrimônio material e imaterial da cidade. O projeto para dar mais visibilidade a esta invenção original baiana promove neste sábado (1) um concurso para escolher os carrinhos mais criativos. O desfile virtual começa às 16h e será transmitido ao vivo pelo YouTube da Fundação Gregório de Mattos.   youtube.com/channel/UCuY4L3rrfuCwAryRnsniPMg

A cerimônia será conduzida pelo ator Alan Miranda, convidado pelo diretor Edvard Passos para viver o personagem Borra – vendedor de cafezinho do futuro que volta no tempo para reunir os colegas para utarem pelo reconhecimento do carrinho de café como patrimônio cultural de Salvador. A escolha dos vencedores será feita a partir de vídeos realizados com celular pelos vendedores. A comissão julgadora é formada por Alberto Pitta, Gerônimo Santana, Maria Menezes, pelo fotógrafo Adenor Gondim e pelo diretor do projeto Edvard Passos.  Serão selecionados 10 finalistas. Os três primeiros colocados ganham R$ 5 mil; R$ 4 mil e R$ 3 mil, respectivamente. Os outros sete finalistas ganham R$ 600, cada. 

Música 

1. Festival do Ilê  – Neste domingo, o bloco Ilê Aiyê realiza a etapa final da 47ª edição de seu Festival de Música Negra em live, a partir das 15h, da Senzala do Barro Preto. A transmissão será pelo canal do Ilê Aiyê no YouTube. No total, foram 88 canções inscritas, sendo 14 finalistas: seis da categoria Tema e oito da categoria Poesia. As músicas serão apresentadas ao vivo pelos seus autores ou intérpretes, com acompanhamento da Band’ Aiyê. Seis serão vencedoras, três de cada categoria, passando então a integrar o repertório do bloco. Este ano, o tema do Ilê Aiyê é Meu Coração é a Linha 8 Liberdade. https://www.youtube.com/channel/UCZ2rpNVzcPKii0uKfggjRcg

luedji
Luedji Luna participa da ação que vai arrecadar donativos (Foto: Helen Salomão/divulgação)  

2. Música e Solidariedade  – Luedji Luna, Panteras Negras, Giovani Cidreira, Aiace, Josyara, Dão e Felipe Guedes são alguns artistas que participam de uma live beneficente neste sábado, às 17h, no YouTube do Programa Corra pro Abraço. A iniciativa fará uma mobilização para arrecadar doações para a ação SOS POP RUA – iniciativa em rede para a proteção e prevenção de populações vulneráveis de Salvador, sobretudo pessoas em situação de rua e jovens em situação de risco. Serão arrecadadas máscaras, itens de higiene e alimentos não perecíveis. Um dos pontos de doação é a sede da ONG na Ladeira da Independência, nº 247, Nazaré.   https://www.youtube.com/channel/UCwMQaenr3CHFuKI16qgn6UA

3. Memória – Clássicos  de Caymmi em streaming

Para marcar o aniversário de Dorival Caymmi – que comple- tou 107 anos nesta sexta – a Warner revirou o baú e res- gatou cinco pérolas do baiano no EP ‘Dorival Caymmi – Os Anos Continental’, disponíveis agora nas  plataformas digi- tais. As gravações foram feitas por Caymmi para os extintos selos Continental e Columbia,  em discos de 78 rotações. Idealizado pelo jornalista e pesquisador musical Renato Vieira, o EP traz as primeiras versões das canções praieiras ‘O Mar’ (1940),’É Doce Morrer No Mar’ (parceria com Jorge Amado) e ‘A Jangada Voltou Só’ (ambas de 1941). E ‘Balaio Grande’ e ‘Essa Nega Ful

caymmi

 

Fonte: Correio