Jacuipense vira com dois gols de Dinei e Vitória se complica no Baiano

A situação do Vitória no Campeonato Baiano se complicou. O rubro-negro perdeu de virada para o Jacuipense por 2×1, neste domingo (2), no Barradão, e já não depende mais dele para avançar às semifinais. Será preciso vencer o último duelo, contra o Fluminense de Feira, e torcer por uma combinação de resultados.

Precisando dos três pontos para entrar no G4, o Vitória abriu o placar com Soares, em cobrança de falta, aos 17 minutos do primeiro tempo. Mas o time viu Samuel levar o cartão vermelho nos últimos minutos da etapa. Na volta do intervalo, Dinei, operando a lei do ex, empatou e assinalou a virada em dois minutos na etapa final, aos 25 e 26. Nos acréscimos, mais um banho de água fria para o rubro-negro: João Pedro também foi expulso.

Com a derrota, o Vitória foi ultrapassado pelo Jacuipense e caiu para a 6ª colocação, com 10 pontos. Já o Leão do Sisal entra na briga pelo G4: chegou aos 11 pontos e subiu para a 5ª posição. 

Pela 9ª e última rodada do Baianão, o rubro-negro recebe o lanterninha Fluminense de Feira no Barradão, em jogo marcado para a próxima quarta-feira (5), às 19h30. João Pedro e Samuel serão desfalques. Já o Leão do Sisal pega o Bahia, no mesmo dia e horário, em Pituaçu.

Mudanças forçadas

O Vitória teve vários desfalques de última hora para enfrentar o Jacuipense. David e Ronaldo, que seriam titulares, testaram positivo para covid-19. Também foram diagnosticados com o coronavírus Gabriel Bispo, que estava suspenso, e Fernando Neto, recuperando-se de contusão. Já Vico sentiu um desconforto na coxa no Barradão e foi substituido por Wesley. 

“Infelizmente, tivemos um fim de semana com muitas dificuldades, com muitos problemas em questão da covid-19. No primeiro jogo que iria existir, foi adiado em decorrência dos problemas de covid-19. E agora, virou o lado, a gente está tendo esse problema”, disse Rodrigo Chagas, em entrevista à TVE, antes da partida.

Pouco antes da bola rolar, mais uma mudança. Eduardo, que aparecia na escalação inicialmente divulgada pelo clube, foi para o banco de reservas, e João Pedro entrou como titular. A alteração foi por opção do treinador, após o veto de Vico.

Primeiro tempo

O Jacuipense começou melhor o jogo, com as melhores chances do primeiro tempo. Chegou assustando ainda aos 4 minutos, quando Mateus finalizou da entrada da área, mandando a bola pertinho do gol. Aos 9, Yuri defendeu um chutão de longe, mas deu o rebote e a bola pegou velocidade. O goleiro, porém, alcançou a redonda antes e fez a defesa em dois tempos. Aos 15, foi a vez de Dinei dar chutão de fora da área, impedido por Yuri.

Apesar do Leão do Sisal ter iniciado melhor, foi o Vitória quem abriu o placar. Aos 16 minutos, Wesley sofreu falta perto da área. Soares foi para a cobrança e mandou direto ao gol, assinalando o 1×0 aos 17.

Atrás no placar, o Jacuipense voltou a pressionar na busca pelo empate. Depois de uma longa troca de passes, a equipe chegou pela direita com Railan. Ele cruzou na cabeça de Mateus, que mandou bem perto do gol. Na sequência, Yuri saiu jogando errado e entregou a bola no pé de Danilo Rios. O meia deu passe para Mateus, que bateu para o gol, só que o arqueiro rubro-negro se recuperou e fez grande defesa.

No fim, foi a vez do Vitória aparecer com mais perigo. Samuel deu passe para Ygor Catatau, que finalizou na trave. Aos 42, Wesley cruzou para o camisa 9 dar um toquinho na bola. Vitor fez a defesa. 

Samuel, porém, deixou a partida seis minutos depois. O centroavante se estranhou com o zagueiro Railon na frente do árbitro Diego Pombo Lopez, que mostrou o cartão vermelho e expulsou o jogador rubro-negro.

Segundo tempo

Com um jogador a mais, o Jacuipense voltou do intervalo fazendo pressão. Aos 2 minutos, o Leão do Sisal assustou com Railan que, em uma chegada pela direita, finalizou de longe, pela linha de fundo. Pouco depois, Yuri defendeu uma bola na área do Vitória, Jeferson pegou o rebote e bateu para fora.

O Jacuipense continuou na busca pelo empate. Perozo e Jeferson, mais uma vez, finalizaram, com ambos os lances defendidos por Yuri. Aos 24, o goleiro do Vitória saiu mal do gol, perdeu o tempo do lance e a bola sobrou com Jeferson. O meia se esticou todo, mas não conseguiu mandar para o fundo da rede.

A pressão do Leão do Sisal deu certo na sequência. E com dois gols seguidos de um jogador que fez sucesso com a camisa vermelha e preta. Aos 25, Vicente levantou na área e encontrou Dinei. O camisa 9 subiu mais que Wallace e deixou tudo igual. No minuto seguinte, em uma trapalhada da defesa do Vitória, João Victor tentou recuar a bola, errou e perdeu para Dinei, que assinalou a virada na Toca.

Aos 47, mais um jogador rubro-negro foi expulso. João Pedro, que já tinha recebido o cartão amarelo na partida, matou o contra-ataque do Jacuipense e recebeu o vermelho do árbitro. Ficou por isso mesmo. 

FICHA TÉCNICA

Vitória 1×2 Jacuipense – 4ª rodada (atrasada) do Campeonato Baiano

Vitória: Yuri, Van (Cedric), João Victor, Wallace e Roberto; Maykon Douglas (Marco Antônio), Soares (Caíque Souza) e João Pedro; Wesley (Ruan Nascimento), Ygor Catatau e Samuel. Técnico: Rodrigo Chagas.

Jacuipense: Vitor; Railan, Tiago Alves, Railon e Vicente; Josa (Perozo, depois Paulinho), Luis Fernando, Peixoto (Mailson) e Danilo Rios; Mateus (Jeferson, depois Djavan) e Dinei. Técnico: Jonilson Veloso.

Estádio: Barradão, em Salvador
Gol: Soares, aos 17 minutos do primeiro tempo; Dinei, aos 25 e 26 minutos do segundo tempo;
Cartão amarelo: Wallace, do Vitória; Peixoto e Perozo, do Jacuipense;
Cartão vermelho: Samuel e João Pedro, do Vitória;
Arbitragem: Diego Pombo Lopez, auxiliado por Paulo de Tarso Bregalda Gussen e Luanderson Lima dos Santos.

Fonte: Correio