'Jovens' famosos se vacinam contra a covid e revelam problemas de saúde; veja lista

Após a ampla vacinação de pessoas com idade avançada, o foco da imunização no Brasil passou a ser em pessoas de grupos de risco relacionados à saúde, ou seja, quem possui doenças que podem potencializar a agressividade do novo coronavírus. 

Com perfil mais jovem, muitos famosos dividiram com os fãs, nos últimos dias, imagens do momento em que a aplicação do imunizante foi realizada. Mais que isso, acabaram tendo que falar (em alguns casos explicar) os problemas de saúde que possuem, muitos dos quais desconhecido dos fãs. 

A atriz Taís Araújo, 42 anos, revelou ter uma comorbidade: quadro de asma grave. 

A situação é semelhante à da apresentadora e jornalista Fernanda Gentil, 34, que sofre da mesma doença desde a infância. “Dia em que senti esses meros 0,5 ml entrarem no meu corpo representando litros e litros de esperança”, contou Gentil ao receber a vacina. 

Aos 36 anos e grávida, a cantora Luiza Possi foi outra vacinada com o ‘pré-requisito’ da asma.

Já o humorista Marcus Majella, 42, contou que sofre de hipertensão. No dia da aplicação, foi até o posto de saúde com uma blusa que estampava o rosto do amigo Paulo Gustavo, morto no mês passado em decorrência de complicações da Covid. 

A cantora Kelly Key, 38, revelou ter psoríase, doença autoimune que também conta como comorbidade.

A longa lista de famosos no grupo de risco também conta com:

O ator José Loreto, 37, diagnosticado com diabetes do tipo 1 aos 14 anos, e convive com a doença;

O vocalista do Sorriso Maroto, Bruno Cardoso, 40, diagnosticado com uma miocardite, inflamação no coração; 

O ator Rafael Cardoso, que tem miocardiopatia hipertrófica assimétrica, uma condição congênita no coração;

A atriz e ex-BBB Carla Diaz, que disse fazer parte do grupo de risco por ter tido um nódulo maligno (câncer) da tireóide, descoberto ano passado. 

O ator Pedro Neschling, 38, que tem deficiência auditiva permanente, o que se enquadra no grupo de risco. 

A atriz Mayana Moura, 38, que sofre de transtorno bipolar, doença psicossocial que faz parte do grupo prioritário no Rio.

O ator Nicolas Prattes, de apenas 24 anos, que possui asma e bronquite desde os 7 anos. Com informações do jornal Extra.

Leia mais notícias do Alô Alô.

Fonte: Correio