'Demos azar no gol que tomamos', afirma Rodrigo Chagas

O Vitória tropeçou em casa na noite deste sábado (7). Na estreia dentro do Barradão na Série B do Brasileiro, o rubro-negro perdeu para o Náutico por 1×0. Jean Carlos contou com a falha da defesa para marcar o único gol do jogo. O jogador da equipe pernambucana tentou cruzar, Wallace não conseguiu afastar e a bola parou no fundo da rede.

“Tomamos um gol em uma das jogadas que sabíamos que era o ponto forte deles, que era a bola na lateral, na busca pelo Kieza por dentro. Num chute despretensioso, culminou no gol. Acho que demos azar no gol que tomamos”, afirmou o técnico Rodrigo Chagas durante entrevista concedida após o jogo.

“Criamos situações de gol. Oportunidades. Tivemos um bom volume jogo. Controlamos, no segundo tempo, até melhor o adversário. Mas, no final, o que importa é bola na rede. A gente criou oportunidades de fazer o gol. Infelizmente, não fizemos”, lamentou o treinador rubro-negro.

Com apenas um ponto, consequência do empate em 1×1 com o Guarani na estreia da competição, o Vitória ocupa a 14ª colocação na tabela da Série B do Brasileiro.

“Temos a obrigação de ganhar os jogos dentro de casa para que a gente possa melhorar a situação na tabela. Então, nos jogos dentro de casa, a gente tem que buscar sempre estar vencendo e não ter resultados como esse. Mas a gente já começa a pensar nas opções para que a gente possa mudar dentro do jogo, para que a gente possa ter uma equipe mais ofensiva”, disse Rodrigo Chagas.

O Vitória agora foca as atenções na Copa do Brasil. Na quinta-feira (10), às 21h30, o rubro-negro encara o Internacional, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, na segunda partida da terceira fase do torneio. No primeiro jogo, disputado no Barradão, triunfo por 1×0 da equipe gaúcha.

Para garantir a vaga no tempo regulamentar, o time comandado por Rodrigo Chagas precisa vencer por dois gols de diferença. Triunfo do Vitória por um tento de diferença leva a decisão para os pênaltis. 

O Leão volta a entrar em campo pela Série B no domingo (13), às 20h30, contra o Operário, no Barradão. “A gente tem que buscar melhorar, treinar, trabalhar, para que a gente possa buscar o resultado nos dois jogos agora, contra o Internacional e Operário, dentro de casa, uma performance melhor para que a gente possa ter um resultado melhor”, projetou Rodrigo Chagas.

Fonte: Correio