Jovem é presa acusada de matar atriz pornô a facadas no Rio

A jovem Vitória Roberta Alves da Silva, de 19 anos foi presa nesta segunda-feira (8), no Rio de Janeiro, acusada de matar a atriz pornô Luane Honorio de Souza, conhecida como Aline Rios. O crime aconteceu em maio de 2020, e a vítima acabou morrendo três meses depois, aos 28 anos, após um longo período de internação em um hospital.

De acordo com o jornal Extra, as duas eram amigas há anos. Depoimentos colhidos durante o início das investigações apontaram que, preocupada com a situação financeira de Vitória, Luane convidou a jovem para morar na casa dela, em Nilópolis, no Rio de Janeiro. Quando foi atacada, as duas dividiam o imóvel havia apenas cinco dias.

Vitória diz que agiu em legítima defesa (Foto: Reprodução)

Horas depois de agredir, apedrejar e esfaquear no pescoço a atriz, Vitória roubou e vendeu pertences da vítima. Ela foi vista nas ruas oferecendo um secador de cabelo, uma chapinha e um aparelho de micro-ondas que eram de Luane.

A investigação indicou que a discussão entre as duas pode ter começado por questões financeiras. Tia da atriz, a empresária Marcele Tolentino, de 39 anos, crê que as agressões foram motivadas pelo fato de Vitória acreditar que Luane teria R$ 500 guardados em casa.

A jovem chegou a assumir o crime aos policiais, mas alegou ter agido para se defender. Segundo a polícia, Vitória tem passagens por tráfico de drogas e furto de veículo.

Fonte: Correio