Butantan volta a entregar remessas de Coronavac após pausa na produção

O Instituto Butantan entregou nesta sexta-feira (11) ao Ministério da Saúde um lote de 800 mil doses da vacina contra Covid-19 Coronavac. Essa remessa é parte das 5 milhões de doses previstas para serem liberadas ao longo do mês de junho para o Programa Nacional de Imunizações (PNI) e é a primeira distribuída após a produção ficar parada por mais de uma semana em maio (só foi retomada no último dia 27) devido à falta de insumos.

Minas Gerais não recebe Coronavac desde 18 de maio, quando chegaram 8.200 doses. Há grande expectativa dos Estados para a distribuição dessa vacina uma vez que, em algumas localidades, ainda há espera de pessoas para complementação da imunização. Só em Belo Horizonte, por exemplo, 37 mil pessoas perderam o prazo para completarem o esquema vacinal e aguardam a chegada desse imunizante para que isso ocorra.  Essas pessoas chegaram a ser convocadas pela prefeitura, mas não compareceram por motivos diversos, como problemas de saúde e viagem. Com isso, a Prefeitura de Belo Horizonte usou as doses remanescentes em gestantes e puérperas com comorbidades.

A quantidade que cada Estado vai receber na distribuição dessa remessa entregue ao governo federal ainda não foi informada.

O lote atual em processamento pelo Instituto está sendo produzido a partir dos 3 mil litros de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) recebidos no último dia 25 de maio, que são suficientes para a produção de 5 milhões de doses. Segundo o governo de SP, até o final de junho, o Butantan receberá um novo lote de 6 mil litros de IFA para a produção de mais 10 milhões de doses.

 

Fonte: Agencia Brasil